Lewandowski concedeu liminar proibindo que o governo privatize estatais sem autorização do Congresso.

O Brasil tem cerca de 150 estatais federais, muitas da quais são subsidiárias da Petrobras e da Eletrobrás, muitas com altíssimos prejuízos. Com a decisão, a Eletrobras, por exemplo, pode abrir, comprar, e fechar empresas, mas não pode vender. Não é preciso explicar a idiotice que isso significa.

A decisão atrapalha particularmente a privatização de meia dúzia de distribuidoras de energia do Norte e Nordeste que somam 23 bi de prejuízo e não valem nada. Sem a possibilidade de vendê-las, o caminho é liquidá-las — o que, além de custar mais 16,5 bi, abre um cenário de incerteza no fornecimento de energia. A ação da Eletrobras caiu 5%.

Quem ganha com a decisão? As corporações, que têm interesse direto na manutenção das mamatas; a esquerda, que faz demagogia com as estatais e obtém ganhos políticos; e os políticos fisiológicos, que arrancarão ganhos do governo na negociação caso a caso das privatizações (tem gente que está nas três categorias ao mesmo tempo).

É quase certo que o Supremo derrubará a liminar descerebrada de Lewandowski. Mas não tem prazo para isso acontecer, e, antes, tem o recesso. Até lá, serão seis milhões de prejuízo por dia.

Lewandowski escreveu um artigo explicando a “importância estratégica das estatais para a soberania nacional”. É só o que faltava, juiz interpretando lei à luz do que considera “estratégia” ou “soberania nacional”.

É provável que Lewandowski não seja o mais mal intencionado (aparentemente, Gilmar) nem o mais despreparado (Toffoli, com certeza), mas parece ser o mais obtuso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s