March 27, 2018 at 05:00PM

Volta e meia vejo alguém dizer que os conservadores são os “responsáveis pela criação e pela defesa de todos os valores ocidentais” ou coisa assim. Vejamos alguns, assim meio de improviso:

Todos nascemos livres e iguais, e temos direito a vida, liberdade e propriedade privada. Igualdade entre os sexos. Império da lei, igual para todos. Liberdade de expressão, de imprensa. Liberdade econômica. Direitos civis. Separação entre Estado e Igreja. Tolerância política e religiosa. Respeito à diversidade e às minorias. Caridade cristã.

Todo o poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido. Democracia representativa. Separação entre os poderes. Estado laico. Não pode haver tributação sem representação política. Cooperação internacional.

Dos valores acima, a propriedade privada foi inventada quando da Revolução Agrícola, há 8 ou 10 mil anos. A caridade cristã foi inventada há dois mil anos por você-sabe-quem.

Todos os outros valores acima foram inventados pelos liberais nos séculos XVII e XVIII. Os adversários dos liberais eram os conservadores tradicionais, que defendiam coisas como:

Todo o poder emana de Deus e o rei só deve satisfações a Ele (direito divino dos reis). Os homens não são livres, e camponeses são presos à terra. Os homens não são iguais: e nobres, que têm privilégios hereditários (como o direito de não pagar impostos), são melhores do que plebeus. Só os nobres têm direito a propriedade. Monarquia absoluta. Religião de Estado. Intolerância religiosa.

Os conservadores que me leem podem poupar seus tomates: o conservadorismo evoluiu muito de Burke para cá, e é perfeitamente possível ser conservador sem defender essas barbaridades. Mas daí para dizer que os conservadores criaram os valores ocidentais… aí não. (Uma das categorias políticas mais difíceis de definir, por sinal, é o conservadorismo: uma hora eu tento).

Em tempo. Não incluí o cristianismo não só porque nem todo mundo é cristão, mas porque, apesar de ele estar na raiz de nossa civilização, o que ele significa varia de pessoa para pessoa. Para Locke, pai do liberalismo, o cristianismo foi base para a tolerância: para Torquemada, foi base para a intolerância da Inquisição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s