March 22, 2018 at 09:33AM

“Não me submeto a pressões”, disse, dias atrás, Carmen Lúcia. Nada como um dia atrás do outro.

Diga-se em favor de Carmen que, ao perceber que ia ser emparedada, a presidente recuou para frente: pautou o habeas corpus de Lula, e impediu que se pautasse a prisão em segunda instância.

Suas excelências, que queriam responder à pergunta “alguém deve ir para a cadeia enquanto couber recurso?”, agora vão ter que responder à pergunta “a jurisprudência do Supremo Tribunal deve ser contrariada para livrar a cara de Lula?” É uma pergunta bem mais difícil de responder.

O que Carmen fez não deixa de ser um casuísmo. Mas é um casuísmo para escapar de um casuísmo, porque o único motivo para a celeuma que está havendo é, claro, livrar ou não a cara de Lula. Amor, com amor se paga.

Em 2016, Rosa Weber votou que ninguém deve ir para a cadeia enquanto houver recurso e perdeu; de lá para cá, ainda que contra sua consciência (que é o que bons juízes devem fazer), votou em linha com a decisão da maioria. Alexandre de Moraes tem votado como Rosa, e até Celso de Mello.

Ministros que se preocupam com suas biografias terão dificuldades em votar a favor de Lula. O Supremo é uma caixinha de surpresas, melhor não fazer previsões. Mas a chance de Lula perder é significativa, e não é impossível que o placar seja 7 x 4 (sendo Gil, Lew, Tof e MAM os derrotados).

Em tempo. O decano Celso de Mello era o ministro mais próximo de Carmen, e seu principal conselheiro. É difícil que a amizade dos dois se recupere dos desentendimentos recentes. Celso vem querendo se aposentar há algum tempo; diante dos recentes dissabores, não surpreenderá se o fizer em breve.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s