March 21, 2018 at 09:23AM

A: “Resista, Carmen!”

B: “Não é bem assim. A presidente do Supremo não é um imperador. Ela tem a obrigação de botar para votar os temas que devem ser votados. E há muitos motivos para votar, a começar pela vontade de mais da metade dos ministros.”

A: “Isso é um absurdo!”

B: “Não é bem assim. A indecisão é ruim até para quem é a favor da prisão em 2a. instância. E, cá entre nós, a verdade é que a Constituição é clara: prisão, só depois que não couber mais nenhum recurso.”

A: “Mas isso só serve para garantir a impunidade!”

B: “Pois é, esse foi o entendimento de 2016. Mas é uma leitura meio forçada. Na prática, isso é o Supremo, 12 caras não eleitos, legislando, o que não é democrático. O certo é que esse tipo de coisa seja feito no Congresso, a quem cabe alterar a Constituição.”

A: “Por que não alteram?”

B: “Não poderiam nem se quisessem. Essa cláusula é pétrea, só pode ser alterada por uma Assembleia Constituinte, um processo longo e complicado.”

A. “Então… faz o quê?!”

B: “Senta e chora. Ou então…”

A: “O quê?”

B: “Resista, Carmen!”

A: “Resista, Carmen!!”

Triste o país que em que o cumprimento da Justiça depende de única pessoa, não eleita, a impedir o Supremo Tribunal Federal de garantir o cumprimento da Constituição.

#stf #supremo #resistacarmen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s