March 14, 2018 at 11:32PM

Horas atrás, a vereadora Marielle Franco, do PSOL, foi morta a tiros. O crime tem características de execução.

Todo homicídio é um crime contra a humanidade e a sociedade, mas o assassinato frio e premeditado de um parlamentar é também um atentado ao estado de direito à democracia. Representa mais um passo na longa e segura espiral descendente do Rio.

Marielle trabalhava com direitos humanos em favelas, de modo que os suspeitos óbvios são policiais, milicianos e traficantes. Sejam quem forem os assassinos, no entanto, eles deram um tapa na cara do general Braga Netto.

É imperioso que os criminosos sejam rapidamente descobertos e exemplarmente punidos, sob pena de desmoralização da intervenção.

Viva Marielle Franco.

Uma resposta em “March 14, 2018 at 11:32PM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s