March 10, 2018 at 10:13AM

Antonio Delfim Netto vive próximo ao poder desde 1967. Foi ministro no governo de três dos cinco generais-presidentes da ditadura. Participou da sinistra decisão a favor do AI-5, da qual até hoje não se arrepende. Todos os presidentes, desde Costa e Silva, se aconselharam com ele.

Não é fácil entender de onde vem o prestígio de Delfim. Afinal, foi ele o principal responsável pela explosão da dívida externa, do descontrole das finanças públicas e da hiperinflação (entregou o país aos civis com inflação de 239% ao ano).

Afirma que não sabia que a ditadura torturava — sabia perfeitamente, como Elio Gaspari demonstra em “As Ilusões Armadas”, e se referia aos torturadores como “a tigrada” — e é acusado de ter angariado fundos para a organização de tortura Operação Bandeirante (ele nega). Já foi acusado de corrupção em diversas ocasiões.

Sempre achei particularmente difícil entender por que Lula e Dilma puxavam o saco de Delfim. Não só porque pouca gente fez tanto mal ao país quanto ele, mas também porque sempre foi parte atuante e entusiasmada do regime que prendeu os dois, enquadrou o primeiro na Lei de Segurança Nacional e torturou a segunda.

Mas existe explicação para tudo.

#delfim #lula #dilma #corrupção #tortura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s