Auxílio-moradia

Perguntam-me se o auxílio-moradia não seria aceitável em *nenhuma* circunstância.

Sim, é perfeitamente aceitável na situação para a qual ele foi inventado: o caso em que o servidor público precisa de uma *segunda* moradia, em *decorrência* do cargo que ocupa.

O cara é juiz no TRF2, aqui no Rio, por exemplo, e é requisitado a ser assistente de um ministro do Supremo, por exemplo. O cara mantém sua residência principal aqui, pela qual *ele* mesmo paga, e passa a semana em Brasília, a custo do poder público (seja por meio de auxílio ou de apartamento funcional, que dá na mesma). Tudo certo.

É essa a situação de alguns juízes e procuradores, e dos parlamentares federais, deputados e senadores, que precisam passar a semana em Brasília.

Para saber o que faz sentido, basta comparar com uma empresa privada: se um diretor de empresa precisa passar alguns dias por semana trabalhando em outra cidade, a empresa paga pela moradia na outra cidade? Claro. E pela primeira? Claro que não, essa o cara paga com seu salário, como todo mundo. E pela primeira duas vezes? Totalmente absurdo.

Agora vejam o que a imprensa descobriu. Existem juízes do TRF1 requisitados pelo Supremo. Esses ganham o auxílio “normal”, pela primeira moradia, na cidade do TRF1, e, como estão emprestados ao Supremo, ganham um segundo auxílio porque têm que ir para Brasília, onde está o Supremo.

Ocorre que o TRF1 também fica em Brasília. O cara ganha dois auxílios-moradia para morar numa casa só — e não tem nem a desculpa de o cônjuge ser juiz também. Aliás, se o cônjuge for juiz, periga ele ganhar quatro auxílios.

#auxilio #juízes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s