16/08/2017 – 4

O STJ manteve – por unanimidade – a condenação a Bolsonaro. Bolsonaro não é estuprador, não é a favor do estupro (defende a cassação química de estupradores), não é culpado de incitação ao estupro nem de danos morais a Maria do Rosário. Bolsonaro é culpado de insensibilidade, mau gosto e falta de educação. Mas a Constituição não proíbe ninguém de ser cafajeste. Aliás, se todos fossem doces e gentis, não seria preciso garantir a liberdade de expressão na Constituição. Ela está lá para garantir às pessoas o direito de dizer coisas desagradáveis. Bolsonaro é reacionário, intolerante, falastrão, e, em 30 anos, nunca apresentou uma só proposta. Deveria ser um deputado irrelevante, sem a menor importância. No entanto, a bobajada politicamente correta, ao persegui-lo e vitimizá-lo, lhe dá um palanque atrás do outro. Por causa dela, Bolsonaro tem uma chance real de ser presidente da República. E ainda me obriga a defendê-lo. Argh.

P. S. O pior é que não acabou. Cabe recurso no Supremo (e cabe mesmo, porque o que se está discutindo é uma garantia constitucional), e Bolsonaro vai ganhar mais palanque e mais mídia para se apresentar como vítima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s